Marvel Studios: Fase 2 – A Estrada para os próximos Vingadores

No último fim de semana aconteceu a San Diego Comic Con, o mais conhecido evento de quadrinhos (e Cinema e TV, na verdade), onde os estúdios, editoras e artistas aproveitam para instigar, promover e incentivar seus trabalhos com notícias, revelações, trailers e novidades exclusivas, fazendo a internet pipocar (trocadilho não intencional com o nome do site) de burburinhos nerds durante um fim de semana inteiro (e que reverberam durante as semanas subsequentes).

É claro que a Marvel Studios estava com um painel lá, anunciando novidades sobre suas produções que darão sequência aos bem-sucedidos filmes da casa e que culminaram no estrondoso sucesso de bilheteria que está sendo Os Vingadores. Esta nova leva de filmes está sendo referida pela própria Marvel como “fase 2”. E o que podemos esperar disto?

É claro que, com o grande sucesso de Os Vingadores, aumenta-se exponencialmente a expectativa para os próximos filmes da Marvel, e também a ansiedade para uma sequência do filme.  Algumas continuações, é claro, são óbvias: Homem de Ferro 3, Thor 2 e Capitão América 2. Mas a Marvel também surpreendeu ao anunciar uma produção baseada nos pouco conhecidos Guardiões da Galáxia e o filme do Homem-Formiga que, depois de anos de especulação, finalmente tem um caminho sólido a ser seguido e foi oficialmente anunciado. Vamos conversar um pouco sobre cada um destes anúncios e ver o que eles têm a nos dizer sobre o próximo filme dos Vingadores.

homem-de-ferro3-arte-conceitual

Homem de Ferro 3

Sem um subtítulo, a próxima sequência estrelada por Robert Downey Jr. tem a tarefa árdua de ser o primeiro filme da Marvel pós Os Vingadores e manter o ritmo e a qualidade demonstrada no filme da equipe. Sem contar que também tem que fazer jus aos filmes anteriores do personagem e levá-lo adiante, evoluindo o herói.

Embora ainda não se tenha uma sinopse oficial, sabe-se que o filme é dirigido por Shane Black (Beijos e Tiros) e será, ao menos parcialmente, inspirada no arco de histórias “Extremis”, publicada nos quadrinhos. Para quem não leu, o arco gira em torno de um vírus que, quando injetado em alguém, dá um “upgrade” no corpo humano fazendo com que a pessoa tenha habilidades sobre-humanas. Mas, a partir do painel do filme na Comic Con e do vídeo exibido lá (até o momento o vídeo não vazou na internet), já sabemos também que o filme figurará o maior antagonista de Tony Stark nos quadrinhos, o Mandarim, interpretado por Ben Kingsley. Aparentemente, o Mandarim será líder da organização terrorista dos 10 anéis, que foi sutilmente introduzida nos dois primeiros filmes, fechando então algumas pontas soltas e dando mais coesão ao universo particular do personagem. É ótimo ver um vilão clássico dos quadrinhos no filme, mas ao mesmo tempo estranho, já que o Mandarim é, nos quadrinhos, uma caricatura ambulante (para não dizer xenófoba) do estereótipo chinês dos anos 60. Felizmente, parece que a Marvel Studios e o diretor Shane Black conseguiram contornar esses problemas e trazer um vilão menos datado e mais verossímil.

thor-2

Thor: The Dark World 

A sequência de Thor, como já tem sido insinuado desde que a produção foi anunciada, pretende explorar mais o universo do personagem, fazendo-o viajar para outros pontos. Vale lembrar que, no primeiro filme, descobrimos que Asgard faz parte de um “mapa” do universo conhecido pelos Asgardianos, composto por nove reinos, do qual o mundo natal de Thor é um deles e Midgard (como eles chamam nosso planeta) é outro. Apesar do título não entregar muito, parece corroborar com as notícias de que o filme explorará outros desses mundos – e talvez até mostrando algum desconhecido. Thor: The Dark World (Thor: O Mundo Sombrio, em tradução livre) tem direção de Alan Taylor, responsável por episódios da aclamada série Game of Thrones, e o elenco do filme original estará de volta, incluindo Natalie Portman e Anthony Hopkins.

capitao-america-2

Captain America: The Winter Soldier

Uma das maiores surpresas da Comic Con ficou por conta da divulgação do título oficial da sequência do filme do Capitão América, já que evoca uma das histórias recentes mais prestigiadas do personagem nos quadrinhos. The Winter Soldier (O Soldado Invernal) é um inimigo à altura da lenda do Capitão América e uma sombra em seu passado. Mais do que isso seria entregar desnecessariamente o plot para quem não lê quadrinhos, e acho que a surpresa vale (embora talvez não seja tão surpresa assim, mas enfim). Mas adianto que, se o filme fizer jus à história original, será uma grande trama, um pouco mais psicológica e provavelmente muito melhor do que o primeiro filme. Só espero que Chris Evans esteja à altura do desafio de fazer uma história um pouco mais densa. O filme tem direção dos irmãos Russo e, segundo notícias, estará mais próximo de Os Vingadores do que os outros (o que é compreensível, já que o Capitão América deverá continuar trabalhando para a S.H.I.E.L.D e, sendo meio que um “peixe fora d’água” nos dias de hoje, não tem muito para onde ir).

Os Guardiões da Galáxia

Para mim o anúncio mais inusitado da Marvel Studios, o filme se passará na cronologia cinemática regular do Universo Marvel e possivelmente terá relações com o segundo filme d’Os Vingadores. Para quem não conhece, os Guardiões da Galáxia apareceram pela primeira vez em 1969, e eram uma equipe de um futuro distante de uma realidade alternativa. A versão mais conhecida da equipe (e a que será usada de base para o filme) vem da reformulação das histórias em 2008, após uma megassaga espacial chamada “Aniquilação”. Nesta nova versão, os Guardiões da Galáxia são uma equipe de heróis interestelares que viajam pelo universo tentando ser mais pró-ativos para evitar crises e ameaças ao universo, ao invés de esperá-las acontecer. A formação da equipe é inusitadíssima e conta até com um guaxinim chamado Rocket Racoon. É possível que Thanos (na imagem ao lado deste parágrafo – clique para ampliar) apareça neste filme antes de aparecer na sequência de Os Vingadores (isso se o vilão realmente aparecer em Os Vingadores 2, o que ainda é incerto).

Homem-Formiga

Desde que o primeiro filme do Homem de Ferro foi anunciado, se fala na produção de um filme do Homem-Formiga, que seria dirigido por Edgar Wright (Todo Mundo Quase Morto, Paul). De lá pra cá, muita água rolou, muita coisa se falou, mas o filme nunca saiu do papel. Mas também nunca saiu da pauta da Marvel. E na Comic Con finalmente tivemos um sinal de que as coisas vão muito bem para o personagem, que o filme já tem sinal verde e que será, enfim, produzido.

Para quem não sabe, o Homem-Formiga é um dos membros fundadores dos Vingadores nos quadrinhos, e originalmente o alter-ego do cientista Hank Pym. Havia muita expectativa dos fãs de quadrinhos de que o personagem aparecesse em Os Vingadores, principalmente porque ele havia sido mencionado no filme do Thor (embora essa cena tenha sido cortada na versão final), mas, no fim das contas, isso não aconteceu. Agora a esperança é que o filme seja lançado a tempo de o personagem poder aparecer, nem que seja em uma ponta, no próximo filme da equipe.

Item 47

Um pequeno, mas importante detalhe, merece ser comentado: Item 47, um curta da Marvel que sairá nas cópias de Blu-Ray do filme d’Os Vingadores. A Marvel já fez outros curtas antes (protagonizados pelo Agente Coulson), mas este ganha ainda mais importância por trazer um plot interessantíssimo e sintonizado com os acontecimentos pós Os Vingadores: No curta, após a batalha em Nova York no clímax do filme, o mundo foi salvo, mas muita coisa foi deixada para trás pelos alienígenas, inclusive algumas armas inativas. Uma dessas armas, no entanto, não está tão inativa assim e cai nas mãos de um casal que acaba achando uma boa ideia usar a arma para cometer assaltos. Não só uma história interessante e uma boa amostra das “entrelinhas” do universo Marvel, Item 47 pode também dar algumas dicas do caminho que a Marvel pode querer seguir na sequência de Os Vingadores.

Os Vingadores 2

Com todos estes anúncios, o que esperar da sequência de Os Vingadores? (Cuidado a partir daqui, pois o texto contém spoilers para quem ainda não assistiu ao filme – se bem que, se você ainda não viu Os Vingadores, merece tomar uns spoilers na cara).

Bem, sabemos, a partir do primeiro filme, que Loki se aliou à Thanos (que aparece na cena no meio dos créditos) para conseguir o exército que invade a Terra, e que o vilão parece ter começado a se interessar pelo nosso planeta após os eventos ocorridos no filme. Particularmente, eu acharia um desperdício usar um personagem como Thanos logo no segundo filme pois, além de fazer com que a sequência seja uma “cópia” do primeiro filme, apenas repetindo o plot de invasão alienígena, diminui a importância do personagem, que deveria ser guardado para um eventual terceiro filme (ou até, quem sabe, para um filme-saga reunindo não só os Vingadores, mas outros heróis Marvel num futuro próximo).

Mas, se tomarmos como base o curta Item 47, vemos que a Marvel pretende levar adiante as consequências da invasão alienígena no universo Marvel. É óbvio que algo dessa magnitude tem que ter impacto na sociedade como conhecemos. O armamento deixado aqui e recolhido pelo governo (e até encontrado por outras pessoas), o conhecimento de que existem alienígenas lá fora e a percepção sobre os super-heróis deverá ser uma grande trama a ser explorada futuramente, seja nos filmes solo, nos curtas e, torço, na sequência de Os Vingadores.

ultron

Nos quadrinhos existem vilões interessantíssimos a serem explorados e que não envolvem, necessariamente, uma ameaça espacial. Um deles é Ultron (na imagem ao lado), um andróide inteligente criado por Hank Pym (o Homem Formiga, embora na época da criação do Ultron ele havia assumido a alcunha de Golias) e que se rebelou contra o seu criador, passando a ser uma enorme ameaça para a equipe. Ultron também é responsável pela criação do Visão, outro andróide superpoderoso que eventualmente passou para o lado dos mocinhos e se tornou um valoroso membro dos Vingadores.

Dito isso, seria muito interessante ver um plot onde Hank Pym cria o Ultron a partir da teconlogia alienígena deixada aqui, este se rebela, sendo um inimigo quase invencível, que acaba criando o Visão para ajudar a derrotar os Vingadores, mas é derrotado quando sua própria criação se rebela e fica do lado dos heróis. É um plot simples, mas vamos lembrar que a história do primeiro filme também era bem simples e funcionou perfeitamente.

É claro que estou especulando: Ainda não há nada sobre a sequência de Os Vingadores, a não ser o fato de que VAI acontecer. Mas, enquanto os outros filmes não saem e nada se fala sobre Vingadores 2, não há nada de errado em imaginar as possibilidades.

Também adoraria ver um filme dos Vingadores com Kang, o conquistador, pois a história do vilão está atrelada à viagem no tempo, tema do qual tenho muito apreço. Mas esta especulação deixamos para uma outra hora.

E vocês? Que expectativas têm para os próximos filmes da Marvel e para Os Vingadores 2?

por Rafael Rodrigues