TwitterFacebookFeedsContato  
 |   ANUNCIE

HARRY POTTER
A falha do marketing
CAP. AMÉRICA GAY
A intolerância disfarçada
X-MEN
Pôster: por que a Mística?

MARVEL
Fase 4 se aproxima




Arquivo da Categoria “Drama”

Honesto, ainda que pouco crível, Águas Rasas é um exercício narrativo que se encaixa em um nicho cinematográfico bem específico: os suspenses de um ambiente (e um protagonista) só. O filme, que pode até ser encarado como a redenção cinematográfica de Blake Lively (Gossip Girl, o insosso Selvagens), eleva a tensão a níveis que beiram o insuportável – de um jeito bom – mas, como o título deixa explícito, não se aprofunda em nenhum outro quesito.

Ver Completo!

Tags:,

Comente! »

Um novo filme de Almodóvar é sempre um acontecimento para os cinéfilos de plantão. A ponto de suas obras, quando em cartaz, serem costumeiramente renomeadas para “o último do Almodóvar”, como se importasse mais sua autoria do que o conteúdo. No universo mais pop, esse fenômeno também pode ser sentido, por exemplo, com Tarantino e Woody Allen, certamente porque é fácil identificar nos três casos uma assinatura bem típica do diretor.

Especificamente no caso de Almodóvar, há quase uma dupla personalidade: o espanhol alterna entre dramalhão – como os ótimos Tudo Sobre Minha Mãe e A Pele que Habito – e nonsense histérico, como seu mais recente (e esquecível) Os Amantes Passageiros.

Então, qual é a cara do último do Almodóvar? Julieta é uma dose de 100 minutos de melancolia. A história, que alterna entre presente e flashback, é constantemente triste, mesmo nos momentos de alegria dos personagens. Contribui para isso uma trilha sonora pesada, quase tensa, que parece dizer o tempo todo para o espectador: algo de ruim vai acontecer. Com isso, o filme segura a atenção. Mas cansa em alguns momentos na espera de um clímax que que quando chega não consegue impactar porque é incompleto.

Ainda assim, é uma obra elegante, bonita de se ver. Emma Suarez se sai muito bem como a Julieta mais madura e sofrida, enquanto Adriana Ugarte impressiona mais pela beleza de sua jovem Julieta. Daniel Grao convence como o pescador bonitão e Rossy de Palma é responsável pelos pontuais sorrisos da plateia.

Ao final, embora Julieta não alcance o nível dos melhores filmes do diretor espanhol, o redime do equivocado filme anterior e confirma a tese de que sempre vale a pena conferir o “último do Almodóvar”.


Julieta (Espanha, 2016). Drama. Universal Pictures.
Direção: Pedro ALmodóvar
Elenco: Adriana Ugarte, Rossy de Palma, Inma Cuesta
Status: em exibição.

Tags:, ,

Comente! »

Não fosse a presença de Emilia Clarke, muito em evidência por causa de seu papel na série Game of Thrones, é bastante provável que Como Eu Era Antes de Você não teria alcançado a liderança da bilheteria brasileira. Eu também estava na expectativa de ver a Não Queimada numa personagem atual e urbana, então lá fui eu ao cinema prestigiar o filme romântico da vez, esperando, quem sabe, ser surpreendido por algo interessante. É bem verdade que o trailer já indicava se tratar de um sopão de clichês, mas, ainda assim, resolvi arriscar.

Pois era melhor ter ficado em casa vendo a reprise de GoT.

Como Eu Era Antes de Você, adaptação do livro de mesmo título, aposta na linha dramédia, popularizada nos últimos tempos em séries e filmes. E segue a cartilha direitinho: tem protagonista fofa, tem personagem amargo que vai adoçando, tem cena feita-pra-rir, tem cena feita-pra-chorar, tem amor improvável (que, na verdade, é óbvio que vai acontecer) e, claro, tem sofrimento, representado aqui pela tetraplegia de Will. Ah, e se nada disso te pegar, ainda tem música bonitinha do Ed Sheeran, que você já cantarolou por aí e que vai de primeira aquecer seu coração.

Emilia Clarke aposta em caretas pra compor sua Louisa e acaba caindo na caricatura. Melhor está Sam Clafin no papel de Will Traynor, o playboy bonitão que leva uma rasteira da vida e tem que se equilibrar entre suas limitações físicas e o eterno jeito sedutor.

No mais, é tudo bastante previsível, até mesmo o choro de parte da plateia.


Me Before You (EUA, 2016). Romance. Warner Bros.
Direção: Thea Sharrock
Elenco: Emilia Clarke, Sam Claflin, Janet McTeer
Status: em exibição

Tags:, ,

Comente! »

Assistir a um filme com Ricardo Darín é, mal comparando, como assistir a um filme com Wagner Moura. Pode até não ser um filmaço, mas é uma garantia, via de regra, de um produto final bem cuidado. Esse é o caso de Truman: um exemplar menos relevante na carreira do ator argentino, mas que, nem por isso, deixa de ser um bom filme.

Darín é Julian, ator de sucesso que decide não mais lutar contra um câncer em fase terminal para não ter que viver seus últimos dias no meio de médicos e de hospitais. Só que morrer dá trabalho, então ele tem que resolver algumas pendências burocráticas – como o destino a ser dado a seu cachorro, o Truman do título – e enfrentar a resistência dos amigos, que não concordam com sua decisão.

O filme, então, se desenrola com tranquilidade, equilibrando-se bem entre risadas e lágrimas, sem sobressaltos. Darin parece estar um pouco no piloto-automático, fazendo aquele típico argentino, meio reclamão, mas do bem. Melhor está Javier Câmara, que interpreta com sutileza o amigo Thomas, companheiro das últimas aventuras.

Truman, o cachorro, pouco aparece, mas acaba sendo bem representativo no final (fique tranquilo, não trabalhamos com spoilers). Truman, o filme, tem seus bons momentos, é bonitinho, mas não chega a comover.


Truman (Argentina/Espanha, 2015). Drama. Comédia. Pandora Filmes.
Direção: Cesc Gay.
Elenco: Ricardo Darín, Javier Câmara.
Status: em exibição.

 

Tags:,

Comente! »

Muito além de uma simples sátira metalinguística com a carreira de Michael Keaton, Birdman chega aos cinemas brasileiros já tendo recebido um número impressionante de prêmios, incluindo os Globos de Ouro de melhor ator e roteiro, e nomeado a nada menos que nove Oscars. Com uma estrutura narrativa longe do convencional – o filme simula um único e interminável plano-sequência – a obra pode não agradar a todos, mas é uma notável anomalia no usual baixo índice de ousadia entre os grandes premiados da indústria.

  Ver Completo!

Tags:

Comente! »

Mais que a reconstituição da trajetória de um indivíduo brilhante condenado por uma doença terrível, A Teoria de Tudo é uma produção que toma a história real do físico Stephen Hawking como base para uma reflexão sobre a grandiosidade do intelecto humano, através do mais famoso e emblemático caso de uma mente lúcida vencendo a guerra contra um corpo atrofiado.

Ver Completo!

Tags:

Comente! »

Recheado de ótimas atuações e exalando o doce perfume do Oscar, Foxcatcher conta uma história que, tendo chocado o mundo ou não, convida o espectador a observar com calma e de perto personagens que jamais revelam-se menos que instigantes.

Ver Completo!

Tags:

Comente! »

Programado para ser lançado hoje, o novo trailer de 50 Tons de Cinza foi disponilizado pela Universal no início da madrugada. Mas a gente entende que todo mundo estuda e trabalha e só estamos repassando agora.

Clique em “Ver Completo” para descobrir que “o Sr. Grey é muito inteligente e muito intenso”.

O primeiro livro da trilogia mostra Anastasia Steele, uma jovem estudante de literatura, que conhece o milionário Christian Grey e vai descobrindo que existe mais por trás de toda a classe e elegância do rapaz, como por exemplo, seu fetiche por sadomasoquismo.

Sam Taylor-Johnson dirige o filme, que conta com Jamie Dornan, Dakota Johnson, Jennifer Ehle Rita Ora no elenco. A estreia está prevista para o dia 12 de fevereiro de 2015.

 

Ver Completo!

Tags:

Comente! »

Um clássico imediato da ficção científica levada a sério, tanto como gênero quanto como via de discussão sobre o passado, presente e futuro da espécie humana. Um dramalhão pretensioso de elenco inflado. O possível ápice – e início da derrocada, em termos artísticos, comerciais e de público – da “renascença” da carreira de Matthew McConaughey e da impressionante sequência de sucessos do diretor Christopher Nolan. Todas essas definições podem ser usadas para definir, com variáveis graus de precisão, Interestelar. Ou podemos sintetizar o filme em uma palavra: espetacular.

Ver Completo!

Tags:

Comente! »

A primeira imagem do thriler alemão Colonia surgiu hoje na web, com Emma Watson. Na imagem, a atriz aparece sendo intimidada por Daniel Brühl (Bastardos Inglórios).

No filme, um casal alemão se vê no meio do fogo cruzado do golpe militar chileno de 1973 que tirou do poder o presidente Salvador Allende. Emma é Lena, cujo companheiro é sequestrado pelas forças de Augusto Pinochet e levado para uma área chamada Colonia Dignidad, cabendo a ela encontrá-lo.

O longa estreia em outubro de 2015.

Tags:,

Comente! »

A história de Moby Dick, contada pelo escritor Herman Melville, foi espirada em alguns acontecimentos reais do século XIX. E são esses os fatos narrados em No Coração do Mar, estrelado por Chris Hemsworth, cujo primeiro trailer foi lançado hoje, além de algumas imagens. Assista clicando em “Ver Completo”.

Anteriormente, a Universal pretendia fazer uma versão moderna do filme, se passando nos dias atuais. O projeto de 2008 foi engavetado.

A estreia nacional está programada para 12 de março do ano que vem. A direção é de Ron Howard (O Código DaVinci). Veja também o pôster abaixo:

Ver Completo!

Tags:

1 Comentário »

Com um elenco enxuto, versátil e eficiente, Garota Exemplar reforça mais uma vez o talento do diretor David Fincher no comando de suspenses investigativos e dá início extraoficialmente à temporada de pitacos e palpites para o Oscar 2015.

Ver Completo!

Tags:

Comente! »