COLUNA: Beijos que Matam

Artigos
// 04/12/2008

Criaturas da noite sedentas de sangue, os vampiros podem ser considerados alguns dos seres mais fascinantes da literatura e do cinema. Imortais, envolventes e sedutores, eles carregam uma mistura poderosa, que atrai a curiosidade e o medo das mentes humanas.

Beijos que Matam
por Greice Narmolanya – colunista

Iniciando nosso banho de sangue… Opa, quer dizer, jogo de sedução… Ai! Ok, nossa viagem pelo mundo das sombras, nossa caçada tem o marco inicial nos anos 80. O clássico adolescente Garotos Perdidos foi o representante mais conhecido do gênero para esse período e marcou época. A trama não trazia nada de especial, mas era divertida, e o elenco de futuros astros do cinema, certamente cativou o público. As participações de Kiefer Sutherland e Jason Patrick em seu início de carreira e de Corey Haim e Corey Feldman, um pouco sumidos atualmente, já valem o filme. Créditos também para a memorável cena em que os vampiros se jogam da ponte e para o jovem recém chegado e deslocado Michael comendo na toca dos vampiros. Uma seqüência do longa foi lançada este ano, mas não chega nem aos pés do primeiro filme, ainda mais sem as participações do elenco de peso do original.

A passagem para os anos 90 trouxe consigo filmes mais variados e muito mais elaborados. Desde o estilo sangue-tripa descarado de Tarantino com Um Drink no Inferno e suas seqüências, até as adaptações mais clássicas da literatura, como Drácula de Bram Stoker e Entrevista com o Vampiro de Anne Rice. Buffy – A Caça-Vampiros, que se tornaria uma série de sucesso alguns anos mais tarde, Vampiros de John Carpenter e Blade – o Caçador de Vampiros, uma adaptação dos quadrinhos, também fazem parte dessa interessante diversificação do gênero. A maioria deles realmente merece ser assistida, pela diferença de estilos apresentados. Aqui, destaco as duas adaptações literárias, que além de prender a atenção do público, mostram de forma primorosa toda o jogo de sedução dos vampiros para atrair suas vítimas e porque essas criaturas da noite exercem um fascínio tão grande através dos séculos.

A entrada no século XXI não foi tão promissora para esse gênero do cinema. As sedutoras criaturas da noite foram levadas às telonas de forma bem menos interessante. Drácula 2000 até agradou, mas não encantou. A Rainha dos Condenados fez uma mistura tão grande de histórias que desapontou consideravelmente os fãs das Crônicas Vampirescas de Anne Rice. Van Helsing então, nem se fala. Apesar do elenco de peso e dos efeitos especiais inquestionáveis, extrapolou ao unir o famoso caçador de vampiros sem memória, lobisomens, Drácula e Frankenstein numa mesma história, isso sem contar a pequena “criação” de vampiros do conde. Por sorte, Underworld superou seus antecessores mais recentes e trouxe uma interessante disputa ente vampiros e lobisomens à tona, conquistando o público novamente. Duas seqüências foram produzidas, a última com lançamento previsto para janeiro de 2009.

Mas, é no dia 19 de dezembro deste ano, que um dos mais aguardado longas de vampiros dos últimos tempos chega às telas – Crepúsculo (Twilight). A história criada por Stephenie Meyer vem atraindo cada vez mais leitores e promete ser um sucesso de público nos cinemas. O romance entre uma adolescente e um vampiro já tem duas seqüências confirmadas e provavelmente não irá parar por aí, visto que a série é composta por quatro livros, além dos outros dois prometidos. Agora, é esperar a reação do público para saber qual futuro a série deverá tomar, embora não seja preciso muito para adivinhar o que deve acontecer. Bella e os Cullen já ganharam os leitores, o cinema é apenas um próximo e certeiro passo.

Não importa o estilo, a letalidade ou o fascínio que os vampiros exercem, eles sempre foram capazes de mexer com a nossa imaginação. Séculos e mais séculos de lendas e estórias, que despertam um misto de medo e interesse por essas criaturas sanguinárias. Agora, se você acreditar na sua existência, não esqueça o kit de sobrevivência antes de sair de casa. Água benta, alho, crucifixo e estaca são indispensáveis para sua segurança. E, se ainda assim, você se sentir inseguro ou vulnerável, lembre que os vampiros podem ser mortos ao serem decapitados, desmembrados e por último, mas não menos importante, incinerados. Se conseguir lembrar de todos esses detalhes, não tem erro.


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

Comentários via Facebook
Categorias
Artigos, Fantasia, Terror