CRÍTICA: Julie & Julia

Comédia
// 24/11/2009

Duas das indicadas ao Oscar de Melhor Atriz e Melhor Atriz Coadjuvante pelo mesmo filme, Dúvida, estão juntas novamente: Meryl Streep e Amy Adams, respectivamente. Desta vez, as duas se unem numa deliciosa (ao pé da letra) comédia de roteiro coerente e direção em concordância com seus trabalhos, num resultado tão acertado quanto uma receita de minuto. Leia a crítica clicando em “Ver Completo”!

Julie & Julia
por Janaina Pereira

Na tela, Julie & Julia intercala a vida real de duas mulheres que, apesar de separadas pelo tempo e pelo espaço, estão ambas perdidas, até descobrirem que com a combinação certa de paixão, coragem e manteiga, tudo é possível. Mas o simpático filme vai além disso. O que temos ali são três mulheres vivendo momentos plenos: a diretora Nora Ephron (Sintonia de Amor) e as atrizes Meryl Streep e Amy Adams conseguem transformar o longa em algo além do trivial.

Nora dirige Streep no papel de Julia Child, uma americana que se mudou para Paris em 1948, onde estudou na famosa escola Le Cordon Bleu e começou a aprender a cozinhar entre renomados chefs franceses. Sua maior contribuição para a culinária norte-americana foi ter traduzido clássicos da gastronomia francesa para o inglês, deixando as receitas interessantes e práticas.

Em 1961, Julia publicou o best-seller Mastering the Art of French Cooking, que foi uma chave importante para o grande interesse que os americanos começaram a ter pela cultura francesa. De volta aos Estados Unidos, ela virou celebridade, apresentando programas de TV até a década de 1990.

E a Julie do título? Bom, aí entra a parte romântica, marca da diretora. A Julie é uma garota dos tempos atuais que resolve fazer as 524 receitas do livro da Julia Child em 365 dias e contar tudo no blog The Julie / Julia Project. Nora consegue intercalar a história das duas mulheres com habilidade, dando ao expectador a chance de conhecer não apenas aquelas que fizeram da gastronomia o ponto alto de suas vidas, mas as mulheres que, ao mesmo tempo em que descobriam os segredos da culinária, descobriam a si mesmas.

O filme é redondo, com roteiro enxuto, e mostra a versatilidade de Nora como roteirista e diretora, além de sua particular sensibilidade para contar histórias femininas. Uma trama bem resolvida e divertida, e um prato cheio para Meryl,que mostra mais uma vez porque é a melhor atriz americana da atualidade.

Com voz de desenho animado, exatamente como a verdadeira Julia, Meryl Streep encarna com perfeição um dos ícones da TV americana. Amy Adams brilha em suas cenas de desespero na cozinha mas, no combate com Meryl, sai perdendo. Nada que tire seu brilho ou o charme do filme, que até inspira os mais desastrados a aprender a cozinhar.

Julie & Julia é perfeito para assistir depois de uma bela refeição. Antes, não, porque certamente você vai ficar com fome.

nota-8
Julie & Julia
(EUA, 2009). Comédia. 20th Century Fox.
Direção: Nora Ephron
Elenco: Meryl Streep e Amy Adams

Comentários via Facebook
Categorias
Comédia, Críticas