Doze filmes que completam 10 anos em 2019

Artigos
// 16/01/2019

Chegou a pior parte do ano: o começo, quando a gente traz a famigerada lista de dez (dessa vez são doze) filmes que completam uma década e fazem você buscar no Google quanto custa o primeiro pote de Avon Renew (spoiler: é bem caro). Então a boa é o botox estar em dia e a autoestima também porque tá na hora de se sentir velho. Clique nos títulos se quiser ler as críticas.

 

Bastardos Inglórios

Vamos ser curtos e grossos: a melhor coisa em Bastardos Inglórios é ver nazista se f*der gostoso, sim. Ah, e teve a grande revelação, que foi Christoph Waltz como o vilão Hans Landa. Que lhe rendeu um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, obviamente. Até hoje, é tido por muitos fãs como o melhor filme de Quentin Tarantino. That’s a bingo!

Se Beber, Não Case

A graça de Se Beber, Não Case era fazer piada do absurdo sem deixar de ser verossímil. Não à toa (e muito graças ao ótimo elenco – especialmente o bebê), a comédia foi a mais bem recebida pelo público e crítica e abocanhou o Globo de Ouro de Melhor Filme Comédia/Musical.

up

Up – Altas Aventuras

É provável que não tenha existido um membro sequer da plateia que não tenha chorado pacas com a passagem de tempo do casamento do Sr Fredricksen (que no Brasil recebeu a excelente dublagem do Chico Anysio) em uma das melhores animações da Pixar, que inclusive foi indicada ao Oscar de Melhor Filme (sim, a categoria principal!).

(500) Dias com Ela

Se você passar numa locadora hipster (só por existir ela é hipster) e encontrar dois cinéfilos conversando, eles provavelmente estarão discutindo se a Summer foi uma cretina ou não. E, foi mal, vai doer, mas não foi.

Transformers 2

Um roteiro péssimo, uma direção ainda pior. Ainda assim, Transformers 2 se saiu muitíssimo bem, obrigado, nas bilheterias, superando os 900 milhões. Nem pra indicação ao Oscar de Efeitos Visuais rolou.

Sherlock Holmes

Havia uma inegável química entre o Sherlock de Robert Downey Jr. (que ganhou o Globo de Ouro pelo papel) e o Watson de Jude Law. E foi talvez isso que fez o longa ganhar uma continuação (de longe não tão boa quanto o primeiro). Com uma Direção de Arte sublime e trilha sonora bem arranjada por Hans Zimmer, o longa foi um sucesso além do esperado. Um terceiro filme foi anunciado recentemente e deve chegar aos cinemas nos próximos dois anos.

zombieland

Zumbilândia

Você pode até tentar, mas nenhum filme de zumbi é tão divertido quanto Zumbilândia. O misto de terror com comédia (o famoso “terrir”) e o elenco excepcional (com Abigail Breslin, Emma Stone e Woody Harrelson) transformou o longa em um ícone da cultura pop que grazadeus vai ganhar uma continuação.

wolverine

X-Men Origens: Wolverine

O lançamento foi um drama. Um mês antes da estreia, uma versão não concluída do filme vazou de uma das empresas que produzia os efeitos visuais do longa, fazendo com que o mesmo ganhasse uma chuva de críticas negativas antes mesmo de chegar ao circuito. De fato, não era lá muito bom e de longe não dava pra prever que uma produção como essa teria um terceiro filme tão magistral quanto Logan.

A Saga Crepúsculo: Lua Nova

Melhor que o primeiro? Sim. Mas das poucas coisas que podemos elogiar em Lua Nova estão a fotografia ok e (ai, sim) a trilha sonora composta por Alexandre Desplat, que trouxe um dos melhores refrões daquele ano.

star trek

Star Trek

J.J. Abrams, à época ainda no comando da produção do seriado hiper hypado Lost, já tinha dirigido o excelente Missão: Impossível 3 pra Paramount quando entregou 3 anos depois o ainda melhor Star Trek, que deu início a uma trilogia não tão sustentável na trama quanto o primeiro, mas de ainda alto valor. Hoje, Abrams está mais uma vez no comando do segundo Star Wars de sua carreira.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe

É difícil, eu sei. Mas o sexto filme da maior franquia cinematográfica da década passada completa dez anos agora. Enigme do Príncipe sofreu adiamento, ira dos fãs com mudanças extremas na história, mas ganhou uma direção excelente, uma fotografia invejável e os melhores pôsteres de toda a série.

avatar

Avatar

A megalomaníaca superprodução de James Cameron foi um divisor de águas da indústria. Além de trazer grandes insumos para a tecnologia de efeitos visuais, fez com que todas as salas do mundo se preparassem para o formato 3D, que se sustenta até relativamente bem até hoje. O longa se transformou em um fenômeno mundial, garantindo o primeiro lugar no ranking das maiores bilheterias da história (até hoje!).

 

Comentários via Facebook
Categorias
Artigos