OSCAR 2010: Balanço Final

Premiações
// 08/03/2010

Alec Baldwin e Steve Martin foram, de longe, as duas coisas mais apagadas do Oscar 2010. Com piadas extremamente sem graça, a dupla de apresentadores não soube nem ao menos disfarçar a falta de empolgação dos presentes na festa com o humor deles. Ainda assim, a premiação prosseguiu bem com rostos mais jovens para atrair o grande público e uma série de modificações, como a troca da famosa frase “the Oscar goes to…” (“o Oscar vai para…”) para “the winner is…” (“o vencedor é…”), o encurtamento dos discursos de agradecimento e o corte das apresentações musicais da categoria Melhor Canção (no lugar, entrou uma dispensável apresentação de Street Dance na categoria Trilha Sonora).

Confira em “Ver Completo” a lista de vencedores do Oscar 2010 – com comentários. E clique aqui para ver como foi o nosso live-blogging.

Melhor Filme: Guerra ao Terror
Para surpresa de muitos e alívio de tantos outros, o filme de baixo orçamento derrubou Avatar na categoria principal (fora as técnicas) e mostrou que para a Academia 500 milhões de dólares em investimento e mais de 2,5 bilhões de bilheteria não compram ouro em Hollywood.

Votação popular no site: Avatar

Melhor Diretor: Kathryn Bigelow (por Guerra ao Terror)
A ex-mulher de James Cameron fez história ao se tornar a primeira mulher a vencer o Oscar nesta categoria, deixando boa parte do público satisfeito e outros irritados, por entenderem que todo o processo de criação de Avatar está a um nível superior do feito em Guerra ao Terror.

Votação popular no site: James Cameron

Melhor Atriz: Sandra Bullock (por Um Sonho Possível)
Esta é a primeira vez que alguém leva o Framboesa de Ouro de Pior Atriz e o Oscar de Melhor Atriz no mesmo ano. Fazendo quase todo mundo torcer o nariz, Bullock foi uma das surpresas da noite que, para alguns, coloca a sanidade da Academia em xeque, ainda mais com a concorrência de Mery Streep para colocar ainda mais dúvidas nessa escolha. De qualquer forma, a atriz já tinha vencido na mesma categoria no Globo de Ouro deste ano.

Votação popular no site: Sandra Bullock

Melhor Ator: Jeff Bridges (por Coração Louco)
O favorito da noite levou a estatueta, comprovando as excelentes críticas que vem recebido e coroando uma carreira exemplar composta por ótimas atuações. O prêmio foi um dos incontestáveis da noite.

Votação popular no site: Morgan Freeman.

Melhor Ator Coadjuvante: Christopher Waltz (por Bastardos Inglórios)
O único prêmio para o filme de Quentin Tarantino. Outro favorito que já havia ganhado na mesma categoria no Globo de Ouro, se tornando o vilão preferido do grande público em 2009.

Votação popular no site: Christopher Waltz.

Melhor Atriz Coadjuvante: Mo’nique (por Preciosa)
Mais do que esperado, também vinda do Globo de Ouro, a apresentadora e comediante Mo’nique teve uma das atuações mais convincentes do ano, protagonizando um monólogo ao final de Preciosa que já lhe garantem aplausos de pé por muito tempo. Era outra favorita do Oscar.

Votação popular no site: Mo’nique.

Melhor Roteiro Adaptado: Preciosa
Uma surpresa que desbancou o favorito Amor Sem Escalas, que saiu deste Oscar sem nenhuma estatueta sequer. Apesar da trama fácil de ser assimilada e não apresentar grandes surpresas e, para alguns, incapaz de emocionar, levou a estatueta.

Votação popular no site: Distrito 9.

Melhor Roteiro Original: Guerra ao Terror
Era de se esperar que um dos mais fortes concorrentes ao prêmio máximo fosse se sair melhor na categoria de Roteiro Original. Guerra ao Terror levou o prêmio, mas ainda não caiu no gosto do público, que ainda preferia o azarão Up – Altas Aventuras e o blockbuster Bastardos Inglórios.

Votação popular no site: Bastardos Inglórios.

Melhor Filme de Animação: Up – Altas Aventuras.
Não seria óbvio que uma animação indicada a Melhor Filme venceria numa categoria “inferior” a ela? No caso, Melhor Animação? Pois é. Praticamente unânime entre o grande público, Up – Altas Aventuras faturou o prêmio, que não foi o único.

Votação popular no site: Up – Altas Aventuras

Melhor Filme Estrangeiro: O Segredo dos Seus Olhos
Mais um favorito perde a vez. O alemão A Fita Branca cedeu lugar ao argentino O Segredo dos Seus Olhos, o segundo longa argentino a ganhar o Oscar de Filme Estrangeiro. Assim, a Argentina continua imbatível na América Latina nessa categoria.

Votação popular no site: A Fita Branca.

Melhor Direção de Arte: Avatar
Os cenários em neon encantaram os membros da Academia, que deu a Avatar o prêmio de Melhor Direção de Arte, contrariando uma opção do júri, que geralmente deixa de fora até das indicações os filmes que usam computação gráfica para criar seus ambientes. Suspeito? Talvez.

Votação popular no site: Avatar.

Melhor Fotografia: Avatar.
A única categoria contestável de Avatar. Fora os usos em neon, um primor dos computadores que deram vida ao filme, o longa não impressiona no quesito e, além de desbancar os dois favoritos A Fita Branca e Harry Potter e o Enigma do Príncipe (ambos elogiadíssimos nessa questão em todas as críticas feitas), torna a escolha muito suspeita quando toda a iluminação foi criada com CGI (computação gráfica), algo desaprovado pela Academia comumente.

Votação popular no site: Harry Potter e o Enigma do Príncipe.

Melhor Edição: Guerra ao Terror.
Uma das categorias técnicas em que o longa tirou a chance de Avatar brilhar. Merecido.

Votação popular no site: Avatar.

Melhor Canção Original: “The Weary Kind” (Coração Louco)
A belíssima canção do drama superou as duas indicações de A Princesa e o Sapo e a presença de Nine na categoria. Era a favorita e assim se confirmou.

Votação popular no site: “Take it All” (Nine).

Melhor Trilha Sonora: Up – Altas Aventuras
Com uma das piores seleções de indicados nesta categoria nos últimos tempos, a animação teve a trilha que, para muitos, foi considerada a “menos pior” dentre as outras que ou foram fracas, ou inexistentes em sua praticidade ou pouco inventivas. Up, que tem uma trilha bem repetitiva, foi premiado.

Votação popular do site: Up e Avatar.

Melhor Figurino: The Young Vitoria
Surpresa mesmo seria se algum filme que não fosse de época vencesse nesta categoria. Merecido, claro. Mas qual a novidade?

Votação popular no site: O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus.

Melhor Maquiagem: Star Trek
Todos torciam a favor. Afinal, o que havia demais em apenas alguns retoques em comparação a verdadeiras criações e recriações em cima dos rostos dos atores? Para felicidade dos fãs, Star Trek ao menos levou um prêmio.

Votação popular no site: Star Trek.

Melhor Curta-Metragem: The New Tenants
Era o favorito da noite e já vinha sendo bem conhecido dentre os críticos. Praticamente, uma barbada.

Votação popular no site: Instead of Abracadabra.

Melhor Curta de Animação: Logorama
O super criativo desenho animado que recria um mundo inteiro utilizando apenas logotipos de marcas conhecidas mundialmente chamou a atenção da Academia.

Votação popular no site: La Dama y la Muerte.

Melhor Documentário: The Cove
Outro favorito, que mostra a caça a golfinhos que são mortos e vendidos como carne de baleia.

Votação popular no site (leia chute): The Most Dangerous Man in America.

Melhor Curta-Documentário: Music by Prudence
Votação popular no site: Music by Prudence.

Melhor Edição de Som: Guerra ao Terror
A primeira surpresa das categorias técnicas da noite. Guerra ao Terror destronou a superprodução na elaboração dos sons feitos para o filme. Apesar de espantosa, não é um prêmio contestável.

Votação popular no site: Avatar.

Melhor Mixagem de Som: Guerra ao Terror
Minutos após a entrega de Melhor Edição de Som, Guerra ao Terror fez bonito mais uma vez em cima de Avatar, renovando a surpresa. Estas duas categorias demarcam uma certa preferência nos últimos anos da Academia em indicar filmes de baixo orçamento e preferidos nas nomeações principais para brigarem nesta qualificação técnica.

Votação popular no site: Avatar.

Melhores Efeitos Visuais: Avatar.
Não importa de qual bolão você participou. Certamente Avatar foi o seu escolhido nessa categoria. E, lógico, era a única categoria que com certeza já tinha dono muito antes de saírem as indicações. Merecidíssimo e imune a dúvidas ou suspeitas.

Votação popular no site: Avatar.

Comentários via Facebook
Categorias
Premiações